• SBT Capanema

Mandante de ataques a agente de segurança no Pará é morto no Rio de Janeiro

Mauri Edson, que morreu na operação na Vila Cruzeiro, teria ordenado mais de 20 ataques no estado do Pará nos últimos 30 dias.

Um dos mortos na operação realizada na Vila Cruzeiro, Zona Norte do Rio de Janeiro, na última terça-feira (24), foi Mauri Edson Vulcão Costa, conhecido como Déo. Ele era apontado como o mandante de mais de 20 ataques a agentes de segurança no estado do Pará nos últimos 30 dias, sendo que 16 deles terminaram com agentes mortos.


Os ataques no estado da Região Norte teriam sido realizados a partir de ordens dadas por Déo justamente a partir do Complexo da Penha, onde ele se fixou ainda em 2020. De acordo com informações divulgadas pelo jornal O Globo, os atentados seriam uma represália ao tratamento dispensado aos detentos da Secretaria de Administração Penitenciária (SEAP) do Pará.


A Polícia Civil informou que Déo ordenou 14 crimes apenas na última semana, entre eles a execução de um militar da Aeronáutica, morto dentro de um ônibus, e de um sargento da PM em Moju, também no Pará. Ele respondia atualmente a 23 processos pelos crimes de homicídio, associação para o tráfico e tráfico de drogas.


Déo ainda teria sido o responsável pela migração de criminosos oriundos do Pará para o Rio de Janeiro, como Eraldo de Novaes Ribeiro, que também foi morto na operação na Vila Cruzeiro. Ribeiro respondia a 11 ações penais pelos crimes de roubo majorado pelo emprego de arma de fogo, tráfico, homicídio e porte ilegal de arma de fogo.


Por pleno.news

133 visualizações0 comentário
logo do site SBT Capanema mini.png

Canal 26
Capanema-PA

FALE AGORA COM O SBT.png