• Gileade Oliveira

Polícia Civil alerta para golpe do 'cartão de crédito sem fatura'

Golpistas oferecem cartão de R$ 18 mil em créditos por R$ 1,5 mil

Grupos de WhatsApp de Capanema, São Miguel do Guamá, Bragança, Santa Maria do Pará e outras cidades da região estão sendo monitorados


A Polícia Civil está investigando um golpe que vem acontecendo na região. Criminosos estão enganando pessoas prometendo a entrega de um "cartão de crédito sem fatura". Para conseguir o cartão, os golpistas cobram da vítima da vítima um valor de R$ 700 por um limite de crédito de até R$ 10 mil.

Conforme apontou o delegado, toda a negociação é feita via WhatsApp. "Depois de convencer as vítimas de que o cartão 'não possui fatura', ou seja, não terá pagamento, os criminosos exigem o pagamento de R$ 700 para o envio do cartão, que nunca será enviado. Os criminosos ao confirmarem o depósito da vítima, bloqueiam o contato e não falam mais com a vítima que comprou o cartão de crédito", explicou o delegado responsável pelas investigações.



Em uma das mensagens encaminhadas as vítimas, os estelionatários oferecem cartões com limite de crédito ainda maiores como o pagamento de R$ 1,5 mil por um cartão com R$ 18 mil em crédito. "Orientamos a população que esse tipo de conduta é criminosa, não existe cartão de crédito sem a exigência de pagamento de fatura. A inadimplência decorre em prejuízo a alguém, devemos nos conscientizar que não só quem vende o cartão comete crime como aquele que adquiri o cartão com a finalidade causar prejuízo a terceiro".



Na tentativa de enganar as vítimas, os golpistas afirmam que "são cartões seguros (não são cartões roubados e nem clonados)" e que os créditos "devem ser usados em 30 dias". Segundo o delegado, o golpe já fez vítimas na região. "Algumas pessoas nos alertaram, mas outras nos procuraram confirmando que caíram no golpe. A orientação é registrar o boletim de ocorrência, mesmo que algumas pessoas tenham receio, porque na mensagem encaminhada às vítimas fica subentendido que vai causar prejuízo para terceiros. Mesmo assim, a recomendação é denunciar", completou a autoridade policial.


Mensagem encaminhado pelos criminosos para as vítimas

Redação do SBT Capanema



34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo