• Gileade Oliveira

Polícia prende o terceiro suspeito de envolvimento na morte da menina Ravyla, no Pará

Genivaldo Nazaré Oliveira foi preso em Bragança. Ravyla foi encontrada morta, em área de mata, na última sexta-feira (25).

Na tarde desta terça-feira (29), foi preso o terceiro suspeito de envolvimento na morte da menina Ravyla de Sousa, 10 anos, sequestrada e assassinada em Viseu, nordeste do Pará. Por volta de 16h, a Polícia Civil prendeu Genivaldo Nazaré Oliveira, em Bragança, nordeste do estado. Ele já tinha sido ouvido pela polícia, mas o mandado de prisão só foi acatado pela Justiça nesta terça.


Pela manhã, também nesta terça (29), o segundo suspeito do crime, Zima Lima dos Santos, se apresentou na Delegacia Geral de Polícia Civil, em Belém. O representante comercial prestou depoimento por mais de cinco horas e depois foi encaminhado ao Centro de Perícia Renato Chaves, antes de seguir para o sistema prisional. A polícia havia conseguido um mandado de prisão temporária contra ele no dia 25 deste mês, mas não havia conseguido localizá-lo.

Ravyla foi encontrada morta, em área de mata, na última sexta-feira (25) após estar desaparecida por quatro dias. A menina havia saído no dia 21 para fazer compras para a família em uma feira próxima de onde morava e não voltou. O primeiro suspeito do crime a ser preso foi Paulo Henrique dos Santos Barbosa, detido no último domingo (28).




587 visualizações0 comentário